Vozes Sem Terra -> Imagens & Vozes -> Por categorias -> Cultura: Educação

English | Português

As Imagens e as Vozes da Despossessão: A Luta pela Terra e a Cultura Emergente do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra)

Língua:

Português (change language to English)

Esta página:

Cultura emergente por categorias -> Cultura: Educação 21 recursos (Categorias culturais produzidas por & © Else R P Vieira)

AnteriorAnterior    recurso: 4 de 21    Seguinte

Este recurso se encontra também em:

Letras de músicas

Autor:

Letras de músicas: Zé Pinto

Título:

Cadê o rato?


Ouça a música num stand-alone player

Download o Windows Media Player
Para ouvir a música, você precisa instalar o Microsoft Windows Media Player no seu computador - download o Media Player
 

O rato roeu, roeu toda a roupa da vovó
roeu a educação e a manga do meu
paletó.
O rato roeu, roeu toda roupa da vovó
roeu a cidadania e a manga do meu
paletó.

Cadê o rato, doutor?
Onde ele está? (bis)
Sei, que tu sabes, doutor
não quer falar

O rato é um camundongo,
mas é um bando, não é um só
tem rato pra todo lado,
engravatado e o pior
os dentes muito afiados, estão
roendo de fazer dó
roendo nossa nação,
nossa cultura, nossa canção
e a manga do meu paletó.

Cadê o rato, doutor?
Onde ele está?
Sei que tu sabes, doutor (bis)
Não quer falar

O rato roeu, roeu toda roupa da vovó
Roeu a reforma agrária e a manga do
meu paletó
O rato roeu, roeu toda roupa da vovó
Roeu a reforma agrária e a manga do
meu paletó

Cadê o rato, doutor?
Onde ele está?
Sei que tu sabes, doutor (bis)
Não quer falar

CADÊ O RATO?

Esta música é do CD Plantando Cirandas

 Vá para o CD

Letras de músicas: Editado por Else R. P. Vieira

Data:

novembro de 2002

Recurso ID:

WHEREIST315

À Universidade da página bem-vinda de Nottingham

Vozes Sem Terra, site hospedado pela
Escola de Línguas Modernas
Universidade de Nottingham, Grã-Bretanha

Coordenadora do Projeto e Organizadora do Arquivo: Else R P Vieira
Produtor do Web site: John Walsh
Arquivo criado em janeiro de 2003
Última atualização: 02 / 16 / 2012

www.landless-voices.org